A DIFÍCIL CLASSIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO COMO FORMA DE CONHECIMENTO

Como classificar a doutrina fundada por Allan Kardec como forma de conhecimento dentro dos padrões vigentes na cultura humana?

Esta tarefa é assaz difícil.

xxx

Alguns estudiosos afirmam que o Espiritismo não reúne as características de uma ciência por não respeitar o método experimental consagrado.

Contudo, outros discordam dessa afirmação, lembrando que existem disciplinas que são consideradas ciências e que também não se subordinam à metodologia experimental clássica.

Alguns estudiosos afirmam que o Espiritismo não pode ser considerado uma filosofia por estar alicerçado num processo revelatório promovido por seres desencarnados.

Todavia, outros contestam essa tese, afirmando que o contributo desses seres obedeceu ao ordenamento de um indivíduo de carne e osso.

Alguns estudiosos afirmam que o Espiritismo não é uma religião por causa da sua base experimental e abertura filosófica.

No entanto, outros dizem que isto não é suficiente para descaracterizá-lo como uma religião.

 xxx

Neste caldeirão opiniático, vamos encontrar classificações simples e híbridas.

Uma classificação simples é aquela que afirma que o Espiritismo é ciência ou  filosofia ou religião.

Uma classificação híbrida é aquela que afirma que o Espiritismo é duas ou três formas de conhecimento ao mesmo tempo.

As duas classificações híbridas mais comuns são:

– O Espiritismo é ciência e filosofia.

– O Espiritismo é ciência, filosofia e religião.

A primeira surgiu com o próprio Kardec no livro “O QUE É O ESPIRITISMO”, quando ele afirmou que o Espiritismo é — ao mesmo tempo — uma ciência de observação e uma doutrina filosófica (1)

A segunda foi sugerida por Leopoldo Cirne numa palestra na FEB (2) e consolidada por Carlos Imbassahy no livro “RELIGIÕES COMPARADAS” (3).

Existem triplicistas que realmente defendem uma verdadeira equivalência entre a tríade proposta por Imbassahy e triplicistas que clara ou disfarçadamente postulam uma maior relevância do aspecto religioso, como o espírito Emmanuel, por exemplo (4).

Por enquanto, os especialistas ainda não aceitam a existência de formas híbridas de conhecimento. 

 xxx

Frente a todas essas dificuldades, como classificar o Espiritismo como forma de conhecimento? Recorrendo a Allan Kardec?

Acredito que não, pois o próprio fundador do Espiritismo não é uma boa referência para resolvermos essa polêmica.

Embora fosse o primeiro teórico espírita, Kardec foi também a primeira vítima da complexidade gnosiológica da doutrina organizada por ele.

Isso levou o pensador francês a conceituar o Espiritismo ora como ciência, ora como filosofia, ora como ciência e filosofia, ora também como religião — embora num tal “sentido filosófico” (sic) da palavra (5), que muita gente não entendeu até hoje, incluindo eu.

Por outro lado, é necessário recordar que a conceituação de ciência, filosofia e religião era mais fluida na época de Kardec, assim como a divisão entre essas três vertentes do conhecimento.

 xxx

Sendo assim, na minha avaliação, a classificação do Espiritismo como forma de conhecimento deve ficar no campo da decisão pessoal, mesmo que isso nos leve a uma contradição com Kardec.

Eu, após queimar muitos neurônios, decidi que, para mim, o Espiritismo é apenas uma doutrina — conjunto de princípios que servem de base a um sistema — aberta ao diálogo com a ciência, a filosofia, a religião e a arte.

xxx

NOTAS:

(1) “O QUE É O ESPIRITISMO”, Allan Kardec, FEB Editora, 2a. edição, 2013, p. 8.

(2) “AS RELIGIÕES DO RIO”, João do Rio, José Olympio Editora, 3a. edição, 2012, p. 277.

(3) “RELIGIÕES COMPARADAS”, coletânea de artigos de diversos autores, Gráfica Roland Rohn & Cia, 1929, p. 146.

(4) “O CONSOLADOR”, Francisco Cândido Xavier/Emmanuel, FEB Editora, 29a. edição, 2013, p. 9.

(5) “REVISTA ESPÍRITA”, novembro de 1869, EDICEL, 11o. volume, p. 357.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s