O SEGUNDO MANDATO DE BEZERRA

Em 1894, Angeli Torteroli fundou outra entidade aglutinadora, paralela a FEB e majoritariamente “científica”, o Centro da União Espírita de Propaganda no Brasil. Os febianos Augusto Elias, Ernesto Silva e Bezerra de Menezes são convidados para diretores da nova instituição e, supreendentemente, aceitam o encargo. Após a posse da diretoria, o Centro da União convoca e instala o Congresso Espírita Permanente.

Continuar lendo “O SEGUNDO MANDATO DE BEZERRA”